Total de visualizações de página

Seguidores

sexta-feira, 29 de fevereiro de 2008

TERAPIA FLORAL




Os benefícios da Terapia Floral



• Estimular o auto conhecimento, a centragem e o aprofundamento de si
• "Criar saúde", através da reaproximação à “matriz original” de cada Ser
• Harmonizar sentimentos e emoções em desequilíbrio que possam vir a desencadear distúrbios ou doenças: estabilizar a personalidade
• Ampliar a resistência a estados emocionais perturbados e psicossomatização, reequilibrar e harmonizar o campo energético – Dissipar medos, inseguranças, instabilidades emocionais e eliminar crenças negativas, Purificar a alma
• Prevenir a doença física e reforçar tratamentos médicos homeopáticos ou alopáticos
• Promover a auto cura psicológica e a cura orgânica, através do resgate das virtudes e do potencial adormecido, do acordar dos talentos individuais, desenvolvendo no ser humano a qualidade da atenção e da responsabilidade pelo seu bem estar físico, anímico, mental e espiritual.


Reações funcionais após algum tempo de tratamento:


• Suavização da personalidade, atitude mais positiva ao nível mental - Ampliação do interesse pela vida, mais alegria e espontaneidade.
• Expansão dos campos de consciência pessoal, social e afectiva
• Reactivação das percepções sensoriais (audição, tacto, olfacto, sabor, visão) antes enfraquecidas e reactivação de funções físicas: redução do excesso de peso, melhoria das funções digestiva e circulatória e melhoria geral do estado do organismo.


AO TOMAR FLORAIS...


• Nunca deixe o seu frasco ao sol ou em lugares muito abafados, sujeitos a calor intenso, próximo a aparelhos eléctricos ou electrónicos pois qualquer destas situações pode interferir com a energia da essência floral.
• Tome sempre o floral da forma indicada, em caso de dúvida ou reacção indesejada, procure o seu terapeuta, mas não suspenda a administração.
• Não tome mais gotas do que está estipulado, o floral é energia quântica e por isso, doses exageradas são puro desperdício.
• Tome as gotas do seu floral directamente debaixo da língua (região de maior absorção) e “aguarde” 30 segundos antes de engolir.

A Terapia Floral não substitui o tratamento médico.
Os florais não têm contra indicação e não causam efeitos colaterais. É importante dizer que apesar dos Remédios Florais não terem nenhuma contra indicação, podem provocar reacções típicas de catarse e assim sendo sugere-se o acompanhamento de um Terapeuta Floral.






A sua atenção é o que há de mais precioso para a continuidade do seu tratamento. Informe o seu terapeuta do que sente e de como se sente, desde que iniciou o tratamento: sonhos, sono, funcionamento dos intestinos, apetite, estado de espírito, ânimo, enfim, olhe para si, observe-se. É a melhor forma de se ajudar a si mesmo!


Essências Florais
A Terapia Floral – assim como a Homeopatia, a Acupuntura, a Cromoterapia, o Shiatsu, a Aromaterapia, a Crístaloterapia e outras – faz parte do que se conhece como Terapias Vibracionais, que buscam atuar em todas as dimensões do Ser.
A Terapia Floral é um desdobramento da medicina vibracional que considera não apenas o Corpo Físico, mas também campos energéticos subtis simultâneos a este corpo, conhecidos como Corpo Emocional, Corpo Astral, Corpo Etérico, Corpo Mental, Corpo Espiritual e para Além destes. Aqui o ser humano é visto de forma integral nos seus aspectos físico, mental, emocional e espiritual, interligados e interdependentes, funcionando como um sistema onde o desequilíbrio de um dos aspetos afetará todos os outros.

Devido à interação dos diferentes corpos que compõem o organismo, tudo leva a crer que é ao nível da nossa anatomia energética subtil que muitas doenças se originam; antes de se manifestar no corpo físico, a doença passa pelas diferentes dimensões dos corpos subtis, podendo então ser considerada uma somatização de desequilíbrios ocorridos nalgum nível energético. A cura, então, deriva da harmonização das vibrações dos nossos corpos subtis.

Define-se Essência Vibracional como um preparado natural, artesanal, que contem imbuído no seu conteúdo o padrão vibracional de uma ou mais manifestações da Consciência original da Natureza, com a capacidade intrínseca de entrar em ressonância com o campo de Consciência de pessoas, grupos, colectividades, animais, ambientes e ecossistemas; ao actuar como um princípio catalisador, activa processos de expansão e transformação da consciência, despertando talentos, virtudes e potenciais latentes; como resultado, restaura-se a paz, a harmonia e o equilíbrio.

Pela sua própria natureza vibracional, as Essências Vibracionais não têm impacto directo sobre a bioquímica do corpo, como os alimentos, medicamentos farmacêuticos ou drogas psicoativas. Não são medicamentos, não os pretendem substituir e não interferem na sua acção, pois não possuem princípios activos de natureza material. Actuam por ressonância vibratória entre campos mórficos. Apesar de serem utilizadas prioritariamente na forma de gotas a serem ingeridas, a sua indicação a terceiros não se configura como prescrição de medicamentos.

As flores, consideradas a parte mais evoluída das plantas, têm na sua essência vibrações correspondentes aos sentimentos humanos.

As essências de flores são preparados vibracionais criados a partir de extractos diluídos, concentrados de consciência líquida que contém as vibrações típicas de vida, da energia ou “poder” da planta, animal ou mineral de onde provém, os padrões evolutivos da própria força vital. Tocam o organismo humano de forma subtil, no nível vibratório. Ao ser ingerida, a frequência energética elevada da essência, entra em ressonância com a frequência energética do paciente, induzindo o processo de cura. São similares aos remédios homeopáticos, diluídos e potencializados para se tornarem mais efectivos.

Não são drogas terapêuticas, são absolutamente naturais e trabalham com a mente, o corpo e o espírito para harmonizar sentimentos, emoções e padrões de crença negativos, contidos no subconsciente. São absolutamente seguras e ajustadas ás necessidades de quem as toma; não existe a possibilidade de “overdose”. Tem um efeito de reequilíbrio energético de tudo aquilo que está desestabilizado, desarmonioso e vibrando a baixa frequência.

Criada na década de 30 (século XX), por Edward Bach, seguidor de Samuel Hannemann (século XVIII), o pai da homeopatia, a Terapia Floral segue a homeopatia no objectivo de tratar as doenças pelas suas causas e não pelos sintomas. Vendo a doença como consequência de um desequilíbrio tanto emocional como mental, Bach considerou que não deve ser tratada apenas com a medicina tradicional.

Expressões divinas de criatividade, manifestadas através de aromas maravilhosos e de uma ampla variedade de cores, flores são a coroa de glória do reino vegetal. A divina criatividade expressa-se também no nível vibracional subtil, onde cada flor incorpora padrões de consciência energética que afirmam a vida, padrões esses que se originam nas dimensões mais elevadas e se manifestam fisicamente através da particularidade de cada planta.


Essências florais/

vibracionais, são a transferência destes padrões positivos de energia para uma meio líquido. Como é que isso se processa?

O processo harmonioso de alquimia natural envolve os 4 elementos:
a terra e o ar trouxeram a planta ao ponto de maturação, o sol ou os outros elementos do fogo liberam a alma da planta do seu corpo e a água é o veículo para um propósito mais elevado
Por isso é um medicamento que é elaborado com base na moderna física quântica.

A capacidade de acção do floral é devida à informação electromagnética e fotónica que é recolhida da flor e depositada na essência através de um processo de elaboração especial. Isso vem a dar-lhe a qualidade da actuar no campo electromagnético do ser humano e não no corpo físico.






São conhecidos 5 formas básicas de elaborar fórmulas:


O Alquímico tradicional de dissolver para reconstruir na sua expressão mais sublime," o solve e coagula " que vem dar origem à quinta-essência.
A Espargiria, ou alquimia vegetal em que Paracelso utilizou a água do orvalho sobre as plantas, mas sem a força do elemento fogo (o Sol)
O Método de Bach, em que as flores são maceradas e solarizadas em água de nascente dando origem à tintura mãe.
O 2º método de Bach, supostamente utilizado em países de pouco sol, como a Inglaterra, por cocção durante cerca de 30 minutos de flores, folhas e talos.
O Método de Andreas Korte, do geodo / quartzo de Cristal, para a elaboração de essências de Orquídeas Amazónicas, que vem revolucionar as anteriores formas de elaboração, em que as plantas se libertam do trauma do corte: a sua energia, intacta, sem memória de sofrimento, é transmitida para a essência. A Terapia
Floral tem a capacidade de reorganizar as emoções que, ignoradas e não expressas, podem desencadear doenças. Sendo uma preciosa ajuda no campo da psicologia e da psicoterapia transpessoal, esta forma de terapia, cada vez mais utilizada no mundo todo, é simples de entender e sem contra indicações, permitindo ao usuário a auto medicação sob a orientação de um Terapeuta, levando a um entendimento mais profundo dos sintomas. Permite o entendimento dos estados de ânimo ao auxiliar a compreensão das emoções e dos padrões de comportamento, apontando uma via para o equilíbrio e a cura. Os florais actuam aos níveis mental e emocional, agindo como catalizadores da cura que se reflecte na harmonia do corpo físico, dado ser na mente que se acumulam os pensamentos negativos que por sua vez provocam uma variedade de emoções desequilibradas, tais como ansiedade, tristeza, mágoa, dor, baixa auto-estima, medo, sentimento de culpa, depressões, fobias, raiva, e tantas outras...
A emoção negativa ancorada na alma por um longo período influencia e altera e a maneira de viver do indivíduo, podendo vir a manifestar-se no corpo físico. O sentimento não expresso através do choro ou da palavra, conserva-se nas células do corpo e este passa a ser o veículo de sustentação dessas dores e conflitos. A dor sentida na alma expressa-se através do organismo físico. Valores e Princípios básicos, tão essenciais como o Ser, tão intemporais como a Alma são recordados e reintegrados, para o fluir harmonioso da natureza humana... Transformar os conflitos e dificuldades através da ampliação da consciência que leva à auto-realização e ao crescimento, é objectivo da terapia floral.


As essências florais são únicas na medida em que são uma fonte de energia curadora inteligente, passíveis de serem incluídas em qualquer programa de saúde e, não interferem nem são afectadas desfavoravelmente por outras formas de tratamento, tais como remédios homeopáticos ou remédios que exijam prescrição médica. Elas podem ser usadas com segurança por pessoas de qualquer idade, e podem também ser uma dádiva de cura para os membros do reino animal e vegetal.

Nenhum comentário: