Total de visualizações de página

Seguidores

terça-feira, 4 de abril de 2017

BENEFÍCIOS DO REIKI

*Reiki é uma terapia que trabalha a nível emocional, mental e espiritual e pode mudar muita coisa na sua vida, aqui estão exemplos práticos dessas mudanças:

*Reiki acalma, reduz o stress e provoca no organismo uma sensação de profundo relaxamento, conforto e Paz.

* Reiki pode trazer-lhe uma clareza espiritual que antes não sentia.
* Reiki oferece-lhe uma sensação de alívio emocional durante o tratamento e até prolongando-se após a aplicação. O Reiki ajuda no processo de libertação das emoções.
* Reiki limpa e clarifica o seu campo energético.
* Reiki alivia a dor.
* Reiki consegue aumentar o nivel e a qualidade do sangue que circula no nosso organismo, conseguindo mesmo fazer parar pequenas hemorragias.
* Reiki consegue “limpar” os nossos órgãos como o fígado, rins, as artérias e outros.
* Reiki é seguro no tratamento de doenças crónicas e agudas, doenças relacionadas com stress e desordens, como nos casos de sinusite, rinite, menopausa, cistite, asma, fadiga crónica, artrite, ciática, insónia, depressão, apenas para mencionar algumas delas.
* Reiki acelera o processo de recuperação em caso de cirurgia ou doença de longo termo. Reiki tem ainda a capacidade de reduzido os efeitos secundários e ajustar a ajuda aos tratamentos tradicionais do paciente. Por exemplo um paciente sujeito a quimioterapia que receba Reiki durante o mesmo processo nota uma redução significativa dos efeitos secundários do tratamento.
* Reiki pode ser aplicado às plantas, animais, comida, água, dirigido ao Nosso Planeta Terra.
* Reiki purifica os ambientes e remove as “más” energias ou espíritos, seja do seu escritório, da sua casa, carro, jardim ou divisão da casa, onde quer que seja o local, você pode canalizar energia e purificar o ambiente.
* Reiki ajuda atletas a recuperar mais rápidamente das suas lesões e entrar mais rapidamente na sua actividade.
* Reiki é para todos, ele cura adultos, idosos, crianças e bebés, os seus animais, as suas plantas e até mesmo o Planeta Terra, se assim o desejar, tudo está dentro do pensamento e amor que emite na prática do mesmo.
* Reiki é para animais, é claro que sim, eles ajudam-nos a recuperar de doenças, situações de stress, separações e ansiedades, traumas. Os animais devem sempre ser tratados como membros da nossa familia, mas atenção o Reiki não substitui os cuidados médicos que os mesmos possam necessitar.
* Reiki é energia positiva, nunca pode causar qualquer mal a nada e nem a ninguém. A Energia do Reiki é amor no estado puro, todo o Terapeuta ao aplicar Reiki a si ou ao próximo deverá estar num estado de Amor Incondicional e perfeita União com Deus e o Universo!
A Cura Pelo Reiki
Pode ser uma verdadeira surpresa, ela é usada para curar todos os tipos de condições e males instalados no seu corpo físico, emocional e/ou espiritual.
Muitos pacientes experimentam uma aceleração do seu processo de Cura quando combinam o Reiki com a medicina tradicional ou outras terapias.
Reiki vem do Universo
Vem de uma inteligência Superior que gere toda a vida no Nosso Planeta, o Reiki funciona através das necessidades específicas e individuais de cada paciente, a qual resulta sempre em cura, mas nem sempre ocorre na forma de cura desejada pelo paciente. A sintonia entre o paciente, o terapeuta e o Universo é de uma grande valia, assim como a receptividade do paciente durante o tratamento.
Acontece muitas vezes que o paciente andou desviado do seu caminho, isso causou demasiados desequilíbrios no nosso organismo e muitas vezes não estamos conscientes destes processos, uma vez ultrapassadas algumas questões que são clarificadas com a terapia Reiki, ocorrem surpresas muito boas, o cliente encontra um estado de alívio e de cura desejada para o seu processo.
O Reiki permite aos pacientes um estado de profundo relaxamento e Paz. Está provado que o Reiki tem sido decisivo e responsável pelos processos de Cura de muitos pacientes pelo mundo fora.
Reiki e Ciência
Muitos cientistas concordam que uma força inteligente e superior existe, que um espiríto divino/universal continua a suportar e a criar constantemente no Universo.
Eles assumem ainda que é um Campo da mais Pura Energia e que é ela que comanda tudo que vemos e não vemos no nosso Planeta e Universo.
Afirmam ainda que Nós Somos Energia, assim como tudo o que existe, é constituído por energia, está provado também que o nosso corpo tem pontos de energia mais fortes sendo uma d’elas as nossas mãos.


quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

PAIXÃO, SEXO ENERGIA E ESPIRITUALIDADE.

                                           

                                                                                    
Analisar os relacionamentos amorosos e apaixonados, pelo prisma das dimensões sutis,  revelam o quanto a humanidade ainda está jungida a dimensão das emoções que imperam o mundo da forma.
Temos o conhecimento do Tantra que trata a sexualidade com lucidez, mas ainda assim, fica uma lacuna.
No espiritismo, na resposta ao item 822-a de O Livro dos Espíritos, os Benfeitores grafaram o seguinte: Os sexos só existem na organização física, pois os Espíritos podem tomar um e outro, não havendo diferenças entre eles a esse respeito.

O Tao nos concede sua sabedoria sobre os opostos que formam o Todo. 
O masculino e o feminino, o yin e o yang, estão presentes em todos nós e se manifestam, normalmente, predominando um ou outro. 
Raramente encontramos pessoas que já tenham alcançado a união dos opostos em si mesmas e a manifestação igualitária de ambas as forças.
Enquanto espíritos humanos, ou seja, submetidos à roda de Sansara e à lei do Karma, podemos a cada encarnação, nascer sob o domínio de um gênero, masculino ou feminino. Já fomos do sexo masculino, já fomos do sexo feminino, de acordo com as necessidades de aprendizado.
Apesar da forma humana, as forças da energia masculina ou feminina podem imperar, independente do gênero do corpo físico, o que determinará a heterossexualidade, homossexualidade ou bissexualidade.
Quando conhecemos alguém e começamos uma relação, aos poucos vamos criando um cordão energético que nos conecta ao outro.
Vinculamo-nos às energias do parceiro e passamos a trocar as nossas energias com a dele. Inicia-se a formação de um corpo energético e emocional, vivo e atuante, que se fortalece com a relação.
Essa conexão entre os parceiros se faz inicialmente,  normalmente, pelos chacras inferiores , que representam as forças terrenas, das sensações, das emoções e evoluem para o chacra médio o Anahata, chacra Cardíaco,  à medida que os sentimentos resultantes do convívio se afloram.
Quanto mais duradoura a relação, maior a dependência energética e o vínculo.
No chacra Anahata as emoções vivenciadas vão se acumulando. 

Conforme a qualidade da relação, o vínculo vai se transformando em sentimentos de verdadeiro amor ou em sofrimento e dor. 
A lei do karma vai se moldando na convivência.
Quando a relação se fortalece por emoções inferiores, então, passa a ser um vicio, que apesar de todo sofrimento que causa, continua alimentando os chacras inferiores, num tipo de simbiose.
A simbiose é uma dependência criada entre dois seres que se interrelacionam, nutrindo-se um do outro.
É um tanto assustador ver uma relação de paixão pelas lentes das dimensões sutis.Mas, para todos que já passaram pelo sofrimento da paixão e da separação, sabemos o quanto é dolorosa, tanto a relação quanto a separação.
Ao contrário, quando há sentimentos de amor e respeito, o vínculo energético é luminoso e as emanações fluídicas se fundem ao coração que se ilumina e transcende a paixão.Numa relação saudável e de companheirismo, além da paixão, constrói-se o amor incondicional, o laço eterno que um dia reunirá a todos.
Não devemos confundir amor com paixão, mas podemos a partir de uma relação apaixonada, desenvolver o amor.
Deste fato, concluímos que a humanidade evolui através dos chacras inferiores. Do desejo, das sensações e do apego se aprende a amar.
A relação sexual , mesmo que concebida apenas pelo prazer físico, traz em si uma troca energética e espiritual.
A energia sexual tem a intenção de unir o “eu” ao “tu” e pode ser considerada como uma força geradora de amor ou de ódio, alicerçada em sentimentos puros, de respeito,  ou movimentada pelo apego e egoismo.
As relações sexuais, acima de tudo, são o portal pelo qual o espírito reencarna e, portanto, instrumentos de manifestação divina e de bençãos que possibilitam os regates karmicos, através da família. 
Reencontramo-nos com o passado mal resolvido em outras vidas. 
E dessa maneira, seguimos a nossa evolução, sempre pelo convívio e pelos vínculos de amor ou de ódio.
Por isso, devemos estar cientes que uma relação amorosa e ou apaixonada, implica grande responsabilidade entre os parceiros.
Quando nos relacionamos sexualmente, abrimos nosso campo energético ao outro e seremos contaminados ou agraciados pela energia que o outro tiver a nos oferecer.
A força sexual e das paixões são um canal aberto às influências umbralinas quando não vividas com seriedade. Os vampiros espirituais são famintos dessas emoções que os sustentam e os mantém encarcerados ao apego à matéria.
A energia kundalini deve ascender em sintonia à ascensão espiritual e a sexualidade será um canal de luz.
Os chacras superiores são o manancial energético capaz de transformar os instintos animais em consciência divina.
O amor deve ser a bússola em todas as relações temperadas pela paixão humana.
Não há pecado quando o Paraíso é usufruído sem apego.
O fruto proibido representa a paixão doentia, que não se eleva aos níveis superiores das energias, que vibram em harmonia com o Universo e o Criador.
Autor: Nadya Prado   

sábado, 4 de fevereiro de 2017

BENEFÍCIOS DA TERAPIA HOLISTICA

                                                   
            Benefícios  da Terapia Holística.
Cada vez mais tem crescido a procura pelo tratamento holístico, que visa o cuidado com o ser humano num todo, tratando o paciente e não apenas a doença. Todos nós temos um corpo físico, um energético e um espiritual e não devemos tratá-los separadamente.
A terapia holística visa encontrar o equilíbrio entre o psíquico, o social e o corpóreo, ensinando o indivíduo a conhecer-se e trabalhar todos esses pontos em busca do seu bem-estar.
Sintomas como dores nos ombros e nas costas, estresse físico e emocional, angústia, ansiedade, TPM, entre outros, são causados quando esses campos estão em desarmonia em nosso organismo. Através de uma avaliação o terapeuta busca em nós o que está causando esses sintomas e elabora um tratamento para eliminá-lo.
No Brasil, as técnicas mais usadas de terapia holística são: o Reiki, a acupuntura, o tai-chi-chuan, o yoga, a massoterapia, florais, entre outros. Não há um padrão nesse tipo de tratamento, diferente da medicina convencional em que a mesma doença é tratada igual em diferentes pessoas, na terapia holística cada caso é trabalhado de acordo com cada indivíduo, respeitando as particularidades de cada um. 
Uma febre, por exemplo, é sinal de alguma inflamação no corpo.Na medicina convencional as causas são ignoradas, buscando apenas o desaparecimento da inflamação, o que de acordo com a terapia holística não elimina a causa, podendo haver outras manifestações.
O terapeuta holístico busca o foco do problema, considera todo o histórico do paciente, conversa não somente sobre os sintomas, mas procura saber informações pessoais, com o intuito de encontrar fatos que possam estar causando o mal-estar e auxiliando pessoa a compreender-se melhor, sendo capaz não só de encontrar tratamento, mas evitar ficar doente novamente.
A terapia holística funciona fazendo a ligação entre o corpo físico e o energético, buscando a harmonia entre eles. O terapeuta faz o tratamento, porém o mais importante é ensinar a pessoa a buscar essa harmonia sozinha, sem depender sempre da terapia, aprendendo a lidar com o corpo e as emoções.
É importante ressaltar que o terapeuta holístico não é médico, por isso ele não faz diagnósticos e nem receita medicamentos. É feito uma avaliação do caso para encontrar o problema e além do tratamento recomendado é comum receitar remédios naturais, apenas.
Por isso ao optar por esse tipo de tratamento é importante ter muito zêlo na escolha desse profissional, pesquisar bem o histórico e a formação, para não se iludir com falsas promessas de curas milagrosas
Fonte : https://www.eusemfronteiras.com.br/conheca-a-terapia-holistica/

COMO SABER SE ESTAMOS APLICANDO O REIKI CORRETAMENTE.






                                                   

?


Não há nenhuma maneira errada de fazer Reiki, porque na realidade não é você que faz Reiki.
O que acontece numa sessão de Reiki, é um processo de concentração e meditação, praticado por si em que você se permite ser um canal para que a energia Reiki flua vinda do universo através de si e seja aplicada onde é mais necessária. Resumidamente, você se oferece para ser um canal puro para a passagem dessa maravilhosa energia.  Não é possível que esta energia flua de forma errada através de si. Pois esta energia é inteligente. Esta energia flui naturalmente onde quer que seja necessária, desde que não seja restringida. Ao receber uma sintonização, você está a convidar a energia Reiki para limpar quaisquer restrições que você possa ter que impeçam o fluxo natural em você e através de você. Após a sintonização, a energia Reiki simplesmente fluirá quando e onde é mais necessária. Você só precisa colocar as suas mãos em si mesmo ou em alguém para que a energia Reiki seja totalmente recebida. 
É realmente muito simples.
As nossas mentes são tremendamente lógicas e necessitam naturalmente de complicar o que é simples. Por isso temos a necessidade de ver como algo funciona e entender cada etapa e qual função executada. Mas como simplesmente o Reiki flui onde é necessário, essas etapas são inexistentes, criando uma situação desprovida de qualquer lógica criando um vazio lógico. Vazio esse naturalmente desconfortável para a mente humana, que pode ser causador de  incertezas acerca se está a fazer Reiki corretamente. Para aplicar Reiki basta colocar uma ou ambas as mãos sobre o corpo e, em seguida, simplesmente permitir que o Reiki flua onde é mais necessário. Por isso, lembrar todas as posições das mãos ou a ordem específica para coloca-las, não é muito importante. O mais importante é que você continue a praticar Reiki. Ao longo do tempo, esta prática irá ajudá-lo a saber intuitivamente onde colocar as mãos, em que ordem e quanto tempo para deixá-las lá. No inicio da sua aprendizagem naturalmente irá sentir-se mais seguro usando posições de mãos pré-estabelecidas. Isto somente enquanto você está a aprender a confiar no Reiki e na sua intuição para guiá-lo. Mas caso você se esquecer de algumas posições, deve ter em mente que as posições são apenas uma referencia para ajudá-lo a sentir-se confortável e confiante, e não vão interferir na forma correta de fazer a aplicação do Reiki.
O Reiki é uma energia inteligente que suporta a vida, por isso  não fará dano à vida. Há momentos em que ao aplicar ou receber Reiki pode sentir-se muito tenso ou desconfortável, isto porque reequilibra uma área muito rapidamente ou remove um bloqueio de energia muito forte. Se este desconforto tornar-se demasiado forte ou demasiado pesado para si ou para um paciente seu, basta parar a aplicação e o desconforto vai desaparecer. Este desconforto não tem origem nalgum dano que tenha sofrido ou mal que lhe tenha sido causado, a sua causa deve-se a uma forte reposição de equilíbrios energéticos. Nunca deve forçar uma pessoa a continuar a receber Reiki caso esta não queira ou caso peça para você parar, não importa qual seja a sua razão. Apesar de você saber perfeitamente que o Reiki não pode causar danos, no entanto é prejudicial fazer algo a uma pessoa contra a sua vontade.
Existem muitas pessoas que sentem dormência ou calor nas suas mãos depois de receberem sua primeira sintonização e posteriormente sempre que usam a energia Reiki. Há também muitas pessoas que não sentem nada nas suas mãos na maioria das vezes que fazem um tratamento de Reiki. Outros por sua vez sentem quando são sintonizados pela primeira vez, mas gradualmente essa sensação desaparece à medida que se adaptam a ela. As reações e sensações causadas pelo Reiki após as iniciações e durante as sessões de aplicação é completamente única e muito especial, variando de pessoa para pessoa.
Continue a fazer a autoaplicação de Reiki diariamente, mesmo após o processo de limpeza de 21 dias. Faça disso um objetivo e crie o hábito de fazer pelo menos 10 minutos de Reiki todos os dias. Torne essa pratica tão importante como tomar banho, comer e dormir. Será ideal que estipule um horário do dia para se dedicar unicamente á prática do Reiki. No entanto, lembre-se que você também pode fazer Reiki enquanto lê, vê televisão ou noutro momento qualquer que você possa colocar uma ou ambas as mãos em si mesmo. A sua compreensão do Reiki crescerá à medida que você continuar a praticar.  Neste processo, você irá perceber que está a aprender a reconhecer as formas como a sua intuição se expressa. Enquanto isto acontece, o seu processo de reequilíbrio energético continuará, também.
 Pode parecer que todo o processo está a ser lento demais mas tenha paciência pois todo o processo começa muito lentamente e gradualmente vai aumentando de ritmo. 
Lembre-se você é único e especial. Cada um de nós tem o seu próprio ritmo para o equilíbrio e crescimento e a nossa própria maneira de experienciar o mundo. Não há nada de errado com você ou com o modo como o Reiki flui através de você.
Fonte : : http://vidalusa.eu/como-posso-saber-se-estou-a-fazer-reiki-corretamente/ 

terça-feira, 31 de janeiro de 2017

ELEMENTAIS DA NATUREZA.

                                                


                         Elementais da Natureza

Quero com esse artigo, enaltecer o trabalho desses irmãozinhos que tanto auxiliam em meus trabalhos diários com Apometria e Anti-goécia e, levar a você que nesse instante acessa meu site, algumas informações sobre esses nossos queridos irmãos de pura Luz.
Todos os reinos da natureza são povoados por seres vivos imateriais, que vivificam e guardam essas dimensões vibratórias, que constituem seu habitat. Em princípio, todos os espíritos da natureza podem ser utilizados pelos homens nas mais variadas tarefas espirituais, para fins úteis. Estes seres, veladores silenciosos que são, cuidam da proteção energética de Planetas, Sistemas, Universos, Galáxias. São encarregados também da recepção dos apelos dos seres humanos, energizando-os e elevando-os ao Pai, recolocando-os qualificados e atendidos diretamente ao alcance da humanidade.
Devemos a Paracelsus, Theophrastus Bombastus Von Hohenheim, químico e médico, nascido na Suíça em 1493, teoricamente desencarnado em 1541, a criação da denominação classificatória dos elementais.
“Teoricamente”, porque nunca foram encontrados os seus restos mortais. Paracelsus, foi um dos personagens vividos por nosso querido Mestre Ascencionado Saint Germain.
Elemental significa “Espírito Divino”. El = senhor; mental = vibração mental superior. Estes são os espíritos da natureza.
Deus, concedeu a três Reinos, paralelamente, a oportunidade de evolução e estes três Reinos são: Elemental, Angelical e Humano.
A história mesmo fala sobre os seres elementais, desde a mais remota antiguidade. E, os antepassados de toda a humanidade legaram inúmeros relatos a respeito dos mesmos.

No início da humanidade na Terra, os seres da natureza, encarregados de cada elemento, cuidaram para que tudo fosse feito com exatidão e ordem:
1) - A Terra ainda sendo uma massa de gases de matéria incandescente radioativa, coube naquele momento aos elementais do fogo executarem seu trabalho;
2) - Na época dos grandes ventos, os elementais do ar, zelaram pela evolução desses gases de modo a tornar o ambiente apto a receber formas de vida:
3) - Quando esses gases se precipitaram sobre a água, os elementais da água modificaram o aspecto denso desse líquido;
 4) - Então, iniciou-se a solidificação, surgindo aos poucos os continentes que foram fertilizados pelos elementais da terra.

A criação representa um todo inseparável, uma corrente cujos elos não podem ser rompidos.

Os Elementais são os dinamizadores das energias das formas e integram-se aos Elementos da Natureza:
Elemento Terra: Esse elemento e seus dinamizadores trabalham para que a humanidade tenha corpos perfeitos, e possam desenvolver suas atividades espirituais a nível cósmico. A ação qualificadora destes seres é representada por vulcões e terremotos. No nosso corpo, este elemento é representado pelos sais minerais. Livres da ganância, nos aproximamos dos Seres da Terra.

Trabalhando com a terra temos: Os Gnomos e os Duendes, que são entidades que habitam as florestas e lugares desertos. Têm a forma semelhante aos anões e atuam sobre tudo e, sobre todos os que habitam ou transitam nas matas e florestas, dando sinais através de Bicho de Pau, cobras e aves como a Graúna, Melro e semelhantes. Altura aproximada de 15 a 20 cm.

Elemento Água: Este elemento e os seres que fazem parte dele estão relacionados ao nosso corpo emocional, tendo a função de depurá-lo. No plano físico, são grandes agentes de purificação da atmosfera e principalmente na agricultura. Sua ação qualificadora é demonstrada em enchentes, maremotos etc. No corpo humano, o elemento líquido representa 70% do seu volume. Livres das fraquezas, através da firmeza, nos aproximamos dos Seres da Água.

Trabalhando com a água temos: As Ondinas ou Ninfas, que são entidades do amor, que vivem nas águas do mar, lagos, lagoas, rios e cachoeiras, semelhantes às graciosas mocinhas de cabelos longos. Comandam toda a fauna aquática e podem encaixar (incorporar) na forma de sereias, dragões, serpentes marinhas, gaivotas, etc... Altura aproximada de 30 cm.

Elemento Fogo: Esse elemento, e todos os seres que habitam o mesmo, representam a maior força possível, uma vez que são a expressão do próprio Fogo Sagrado de onde provém as várias chamas atuantes nos universos. A ação qualificadora deste elemento provém das atividades vulcânicas e grandes queimadas. No corpo humano, esse elemento funciona através da temperatura, expressões emotivas e psíquicas. Dominando as nossas paixões, nos aproximamos desses seres.

Trabalhando com o fogo temos: As Salamandras, que são entidades diretas do fogo, que não possuem forma definida. Tem-se, quando as vemos, a impressão de uma forma fundamentalmente humana, o rosto, quando não é velado pelas chamas, é de aparência humana, mas a maior parte das vezes apresentam-se na forma de lagartixas, camaleões ou escorpiões. Altura aproximada de 70 a 90 cm.

Elemento Ar: Esse elemento e seus dinamizadores são de extrema importância, para a manutenção da vida no plano físico. Sem o Ar, o ser humano não pode sobreviver. A atividade benéfica dos Seres do Ar é sentida na brisa, no impulso dos barcos, navios e aviões. Sua atividade qualificadora está nos furacões, ciclones, tempestades. No corpo do homem o ar está na respiração, no alento divino. Com a constância, o homem aproxima-se dos seres do ar.

Trabalhando com o ar temos: Os Silfos, que são entidades de pequena estatura, de poderes mágicos, que os diferem dos outros espíritos da natureza, por serem de uma constituição sem forma definida, uma massa semi-sólida de substância etérea. Exemplo: Fumaça, efeitos de luz através dos pirilampos, Aurora Boreal, arco-íris, etc... Altura aproximada de 10 cm.

Além dos irmãozinhos acima relacionados temos ainda as Fadas, os Elfos e o as Avissais, que especifico abaixo com mais alguns detalhes:

Fadas - Elementais Ecléticos: São entidades voláteis, que atuam em todos os reinos da natureza, segundo a necessidade ou ordens recebidas. Apresentam-se muito belas e esvoaçantes em fascinantes evoluções, interferindo na coloração e matiz de tudo que existe no planeta. Altura aproximada de 30 cm.

Elfos – Elementais dos Metais: São entidades em muito semelhante aos SILFOS, sem forma corpórea definida, pois aparecem, da combinação do Ar e do Fogo sobre os metais. Por serem elementais belicosos, atuam amiúde através de cães, gatos e galos de briga. Altura aproximada de 20 cm.

Avissais - Elementais da Terra: São entidades que entrelaçam os elementos da terra e da água, e apresentam-se em massa disforme, porém bem densa e atuam na água e na terra.

a) Na água: Através dos cavalos marinhos, peixes-espada, camarões e crustáceos em geral, pois são seres que se alimentam do lodo aquático.
b) Na terra: Através das minhocas, lesmas, caramujos e semelhantes, pois são seres que se alimentam da umidade do lodo da terra.

Os Elementais da Natureza e a Umbanda
Na Umbanda, invocam-se representantes das 7 linhas dentre as quais, os Caboclos, Marujos, Pretos Velhos, etc. Muitos "trabalhos" de magia negra, são jogados no mar ou em rios que dificultam a sua localização para o "desmanche", nesses casos, podemos invocar esses trabalhadores para que os localizem e os tragam para que se possa desfazer o mal feito. 
Faço a seguir um comparativo, com o intuito de ajudar e complementar o seu entendimento sobre nossos irmãozinhos energéticos, aliando-os ao plano dos orixás.
Plano 7 – Chacra Coronário – Oxalá – Silfos
Plano 6 – Chacra Frontal –  Senhoras – Ondinas ou Ninfas
Plano 5 – Chacra Laríngeo – Ibeji – Fadas
Plano 4 – Chacra Cardíaco – Xangô – Salamandras
Plano 3 – Chacra Plexo Solar – Ogum – Elfos
Plano 2 – Chacra Umbilical – Oxossi – Gnomos e Duendes
Plano 1 – Chacra Básico – Almas – Avissais
Os elementais ou espíritos da natureza são naturalmente puros. Não se contaminam com dúvidas dissociativas, com egoísmo ou com inveja, como acontece com os homens, a não ser que sejam deturpados. Predominam, neles, inocência e ingenuidade cristalinas. Prontos a servir, acorrem solícitos ao nosso chamamento, desejosos de executar nossas ordens.
Nunca, porém, devemos utilizá-los em tarefas menos dignas, ou a serviço de interesses mesquinhos e aviltantes. Aquilo que fizerem de errado, enganados por nós, refluirá inevitavelmente em prejuízo de nós próprios (Lei do Carma).
Além disso, devemos utilizar os seus serviços na justa medida da tarefa a executar, para que eles não se escravizem aos nossos caprichos e interesses. Nunca esqueçamos de que eles como nós, são seres livres, que vivem na Natureza e nela fazem sua evolução e que nós mesmos para chegarmos onde hoje estamos, passamos por esse processo de evolução. 
Podemos convocá-los ao serviço do Amor, para o bem de nossos semelhantes já que, com isso, lhes aceleramos a evolução. Mas é preciso respeitá-los e muito.
Se deles fizermos escravos, ficaremos responsáveis por seus destinos, mesmo porque eles não mais nos abandonam, exigindo amparo e proteção como se fossem animaizinhos domésticos. Com isso, podem nos prejudicar, embora não se dêem conta disso.
As Leis Divinas devem ser observadas. Terminada a tarefa que lhes confiamos, cumpre liberá-los imediatamente, agradecendo a colaboração e pedindo a Deus que os abençoe.

Evolução
A escalada da evolução, parte dos pequenos elementais da terra seguindo até os dirigentes de grandes extensões e compreensão, chamados Devas e Elohim.
Elohim: São os dirigentes do Reino, ponto alto da Hierarquia Elemental. Trabalham junto aos Mestres Ascensionados e Arcanjos. São doadores do modelo divino para formação dos espaços materiais.
Deva: Palavra sânscrita que significa “Ser Brilhante”. São encarregados da dinamização de grandes áreas como: mares, florestas, cadeias de montanhas, grandes árvores, tendo a seu encargo a instrução de seres menores no trabalho da natureza.
A invisibilidade desses seres
Os materialistas, não acreditam na existência dos Seres da Natureza alegando não serem visíveis. A invisibilidade desses seres é explicada pelo fato de serem formas etéricas, habitantes de planos energéticos com múltiplas graduações, não perceptíveis aos olhos humanos.

Muitas observações mostram que os Elementais usam duas formas distintas:
a) O Corpo Astral Permanente.
b) Um veículo etérico materializado temporariamente.
 As ações resultantes do seu trabalho, sim, são visíveis. Como exemplo histórico, cito a Comunidade de Findhorn (Escócia). Num local totalmente impróprio para a agricultura, fizeram surgir, com sua orientação, flores, verduras, árvores frutíferas etc. Na ocasião (1962), este fato chamou atenção das autoridades governamentais do país, que mandaram examinar o local.

Nos exames foi constatada ausência de qualquer ingrediente químico e que a terra havia sido enriquecida de forma natural e inteligente. Participemos junto aos Elementais na evolução do Planeta Terra. Assim teremos efetuado nosso papel como co-criadores universais.

A pergunta que fica é: Por que insistimos tanto em não vermos quem de fato somos? Muita coisa poderia ser diferente em nossas vidas, bastando apenas que prestássemos um pouco mais de atenção à nossa volta!


Família Cósmica.
Temos uma família cósmica que nos acompanha na caminhada da Evolução. Façamos com eles então uma aliança de intenções, para que nos ajudem a manter a saúde em nossos corpos, o que nos manterá saudáveis e conectados com nossa divindade interna.

Sintonizando o Reino dos Elementais
 Condições ideais para contatar os Elementais:
 1) Com base nas condições climáticas, podemos ser ajudados no contato:

Primavera: Terra / Água = Junho, Julho, Agosto.

Inverno: Água / Ar = Março, Abril, Maio.

Outono: Ar / Fogo = Dezembro, Janeiro, Fevereiro.

Verão: Fogo / Terra = Setembro, Outubro, Novembro.

2) Tendo como base o signo:
Elemento    Signo       Elementais     

Fogo - Áries / Leão / Sagitário - Salamandra

Terra - Touro / Capricórnio / Virgem - Gnomo

Ar  - Gêmeos / Libra / Aquário - Silfo

Água  - Câncer / Escorpião / Peixes - Ondina

Éter - Substância de onde emanam os elementos da criação, elementais e signos.

Estes terão de encarar o desafio de enfrentar os estímulos energéticos do mundo ao redor. É importante revigorar a conexão com a energia do gnomo pessoal andando descalço no barro ou grama. Passar algum tempo junto a plantas e árvores. São ligados ao Arcanjo Uriel.

Filhos da Água
Nestes predomina o intenso envolvimento emocional. Necessitam da a proximidade com a água. A imersão total é o ideal, pois fortalece a ondina pessoal, uma vez que a água é sua força equilibradora. São ligados ao Arcanjo Gabriel.

Filhos do Ar
Nestes predomina a ordem mental e o envolvimento social. Para recarregar o elemento primordial e fortalecer o silfo pessoal, precisam de ar puro e eletricamente carregado. Topos de montanha, locais afastados da umidade, onde o ar é seco e vivificante, é muito bom para reconectá-los. São ligados ao Arcanjo Rafael.

Filhos do Fogo
As pessoas do fogo necessitam de muito sol e atividades vigorosas para realimentar seus veículos. Necessitam passar bastante tempo ao ar livre. Os lugares onde o sol brilha com força e intensidade são essenciais a sua saúde e ligação com a salamandra pessoal, bem como com os demais elementos. São ligados ao Arcanjo Miguel.

CROMOTERAPIA - CURA ATRAVÉS DAS CORES


                                                                       


                                                           Cromoterapia
                                      A Terapia que Cura Através das Cores

Cromoterapia é uma terapia que auxilia nos processos de ativação de células doentes, recuperando-as na verdade. Através dela, capturamos as cores da natureza para aplicá-las em nossos campos energéticos, recuperando assim o nosso bem-estar e nossa saúde. Ela visa restabelecer o equilíbrio-cor, restaurando assim a nossa aura possivelmente fragmentada, restabelecendo, portanto, o nosso equilíbrio físico, mental e espiritual.

É na verdade um método simples que, associado a outros procedimentos terapêuticos, pode contribuir para a restauração e manutenção da saúde de quaisquer seres vivos. Ela não é uma técnica de cura invasiva, caracterizando-se principalmente pelo seu aspecto harmonizador tanto do corpo físico quanto do emocional, mental e espiritual. Sua utilização, como forma de prevenção de doenças e restabelecimento de saúde, remonta aos tempos mais remotos.

Mas, ressalvo desde o início dessa explanação que a simples aplicação das cores num tratamento, mostra-se de ação muito fraca. A sua ação amplia-se positivamente se for aplicada como fruto da mente do Terapeuta, ou seja, falo aqui da intenção de cura por parte de quem a aplica, de forma invisível, agindo apenas no Astral. Essa é uma técnica também denominada de Cromoterapia Mental.

Para utilizarmos essa Terapia, assim como qualquer outra, é imprescindível interagirmos nesse processo burilando nossa intenção, esquecendo ao iniciarmos um trabalho terapêutico, completamente os nossos problemas pessoais e quaisquer assuntos que não digam respeito ao tratamento em questão, pois do contrário, não conseguimos a sintonia necessária com os Seres Especiais, que nos auxiliam em cada processo de cura que objetivemos. Sendo assim, o que vai determinar o êxito em qualquer tratamento que venhamos a participar é o nosso ajuste espiritual, junto ao nosso Eu Superior e concomitantemente aos Irmãos do Plano Maior.

Para que você tenha uma idéia aproximada de como funciona um processo de cura, segundo nosso querido e amado Mestre Ramatís, seja qual for a terapia vibracional que você venha a utilizar, de acordo com a intensidade de seu envolvimento nesse processo de cura, seja de uma pessoa, de um animal ou de qualquer ser vivente, forma-se sobre sua cabeça, uma pirâmide de cabeça para baixo.

A partir desse momento você começa a ser auxiliado por cinco Seres Angelicais da seguinte forma: imagine que nos quatro cantos da base dessa pirâmide, posicionem-se quatro desses cinco Seres Angelicais, os quais ali estão para absorverem e transformarem a energia cósmica em estado natural que nos circunda, em energia de cura, ou seja, o remédio que irá auxiliar na cura que tenhamos a intenção de promover e, imagine agora no ápice dessa pirâmide um quinto Ser Angelical, que não nos vê, mas que vibra em nossa sintonia de amor, ou seja, de acordo com a nossa intenção de auxiliar naquele processo de cura, de forma que na medida em que estejamos absolutamente concentrados em nosso paciente, esse Ser entre na sua frequência energética, emanando após metabolizada pelos outros quatro Seres Angelicais, a energia nas cores e na quantidade especificamente necessária por nosso paciente. Esse é o processo de funcionamento de qualquer Terapia Vibracional que conheçamos, seja o Reiki, a Cromoterapia ou qualquer outra.

Lembremos a todo instante que não somos seres humanos e sim espíritos, energia pensante, de forma que apenas positivando nossos pensamentos, atrairemos esses lindos seres que sempre estão à nossa disposição, os quais nos trazem na medida exata à necessidade do paciente, a energia na cor e quantidade que ele necessita. Nem mais nem menos.

Em contrapartida, na medida em que negativemos nossos pensamentos, atrairemos para nós seres densos, os quais vivem em regime de forças absolutamente negativas.

Cabe então dizer que nem sempre aquilo que emanamos é o que estará de fato entrando nos corpos sutis de nosso paciente, que estará sim recebendo na medida necessária àquilo que necessite, em termos de cor e de quantidade, na exata dimensão de seu merecimento.

Então cabe aqui uma pergunta… por que então devemos nos preocupar em estudar, em ler e compreender tanta coisa ao nosso redor?

A meu ver, é para podermos melhor interagir tanto com o nosso paciente tanto quanto com os médicos do espaço, e compreendermos o processo no qual estamos envolvidos, lembrando sempre que somos parte de um grupo, onde quem faz a maior parte do serviço num processo de cura é o plano espiritual e nós somos apenas parte disso. Aprendemos hoje a exteriorizar os milenares conhecimentos que trazemos adormecidos em nossos registros akáshicos, para um dia deixarmos de ser os assistidos e passarmos a ser os mentores de pessoas que estarão no estágio que hoje estamos.

Mais do que falar sobre cromoterapia, pois há muito material nesse sentido, é minha intenção com esse artigo, passar a quem de fato se interesse em sua própria cura e na de seu semelhante, algumas informações sobre como auxiliar num processo de cura utilizando as cores certas para cada disfunção. Para tanto relaciono logo mais a frente, uma série de disfunções e as sugestões de utilização das cores para cada uma delas.

Para nos utilizarmos da cromoterapia, o primeiro passo é pensarmos na cor e projetarmos essas frequências coloridas para os corpos sutis da pessoa que iremos tratar. Com isso fortaleceremos o seu perispírito e harmonizaremos sua aura. Através da cromoterapia limpamos também quaisquer ambientes.

Ordem e Aplicação das Cores
O silêncio, a vibração mental positiva e a trajetória cumprida pelo foco de luz-cor completam o quadro de atitudes a serem observadas.

1) Aplique sobre o paciente, por todos os chakras, a cor verde para higienizar; após, azul-clara, como calmante; por fim, amarelo, como força vital.

2) Efetuada a primeira etapa, passe a aplicar em cada chakra a cor que lhe é predominante. Exemplo: no Básico: vermelho. Lembrando que não existem duas pessoas que vibrem na mesma cor nunca e, que tudo o que aqui está á absolutamente teórico. Imagine para tanto o chakra básico da Madre Tereza de Calcutá e a seguir o chakra básico de uma pessoa absolutamente presa à vida material. Serão tons absolutamente equidistantes, mas a predominância será sempre do vermelho embora dentro de infinitos matizes.

3) Finda a segunda etapa, deve-se aplicar a luz Crística (branco-prateado). Sempre comece aplicando as cores dos chakras pelo: Básico, Umbilical, Plexo Solar, Cardíaco, Laríngeo, Frontal e Coronário.

Passe Cromoterápico de Limpeza 
Devemos ter o cuidado de alertar o paciente, quanto à possibilidade dele sentir uma ardência sobre a pele, quando está recebendo a energia da cor em aplicação naquele momento, em virtude de um processo de saturação do campo celular.

Usa-se nesse caso o Passe Cromoterápico de Limpeza, que deve ser aplicado bem junto à pele do paciente, com a mão direita, fazendo o movimento circular no sentido horário, em todos os chakras, iniciando no Básico, jogando-se a energia retirada para fora de cada volta. A cor aplicada em todos os chakras é a verde e, após, a azul.

Função de cada cor na sintonia dos Chakras

Raios Vermelhos: controlam o chakra básico, liberam adrenalina no sangue, aumentam a temperatura do corpo, revigoram a circulação, dissipam apatia e indolência, eficazes no tratamento da paralisia, dissipam sentimentos de incapacidade e limitação, revigoram força de vontade e coragem, aumentam a fé.
COR VERMELHA: cor quente, relacionada ao 1º chakra, estimula o sangue, dá mais vitalidade e atividade. Utilizada, entre outros, em casos de anemia e baixa de energia vital. O excesso pode conduzir à irritabilidade, insônia, hipertensão, tendo outras contra-indicações.

É a cor do sangue e simboliza a vida, o calor, a divindade e o oculto. Corresponde também ao egoísmo e ao ódio. Psicologicamente, o vermelho representa o impulso sexual, o desejo amoroso e a paixão. O vermelho é uma cor que tanto espanta como aproxima; é a cor do perigo. A cor vermelha é a cor do rubi e da granada (pedras).

O vermelho vivo, cor de sangue, é benéfico, é a cor do desejo; o vermelho no corpo emocional (na aura) do homem não evoluído é excitante. Para o trabalho de cura empregamos o rubi, no qual há mistura de azul. O tom rosa que é a mistura do rubi e branco é empregado para harmonização. A cor rubi é grande energético, tem efeito vitalizante, estimulante, excitante.

Fortalece o sangue, melhora a circulação, elimina e previne a anemia, debilidade física, deficiência circulatória, resfriado, paralisia parcial ou total, eleva a temperatura. A cor rubi controla e estimula o chakra básico.

Quando se sentir cansado, desanimado, precisando de energia, use roupa dessa cor para eliminar a depressão.

Espiritualmente o rubi fortalece o poder da vontade, supera a covardia. Quando usar luz vermelha para banho, usar em seguida a luz azul ou verde para neutralizar efeitos psicológicos irritantes.

Doenças Tratadas: Anemia, asma, bronquite, pouca tonicidade muscular, deficiência de ferro, debilidade física, doenças do sangue, (circulação deficiente), indiferença, melancolia, frio (sem febre), paralisia, pneumonia, prisão de ventre, tuberculose.

Estados Psicológicos: Crise de identidade, medo, remorso, reserva, timidez, tormento, inferioridade, agressividade, impaciência, intolerância, orgulho, auto-opressão e competitividade.

A Cor nas Roupas: Vista vermelho quando precisar de coragem, força e vontade. Quando sentir necessidade de atrair alguém. É um estímulo sexual e é muito atraente. É aconselhável usar em casos de depressão, impotência sexual e insuficiência cardíaca. Não é aconselhável para quem tem pressão alta.


Raios Laranja: controlam o chakra umbilical, combinam energia física com sabedoria, combatem tendências, retardamento mental, transmutam entre natureza inferior e mais elevada, aquecem e alegram a criatura, para inflamação renal, bronquite, pulmões (catarro), e mal de gota, para reumatismos.

COR LARANJA: Cor quente, relacionada ao 2º chakra, significa expansão e extroversão, possui um efeito estimulante e representa alegria quente e aberta. O excesso conduz à confusão, aumento do desejo por alimentos e sexualidade, além de outros prejuízos.

Alma Humana. Uma cor que anima os atos e atrai muito sucesso. É a cor da felicidade e de novos empreendimentos. É bom usá-la quando se está procurando emprego. Produz uma sensação de leveza e desinibição. Alaranjado é a cor da cornalina (pedra).

É uma cor equilibrante, combinação do amarelo e do vermelho, tendo efeito sobre o físico (vermelho) e sobre o intelecto (amarelo). Sua energia estimula os nervos, anemia, representa a alegria de viver. A cor laranja tem ação fortalecedora sobre as funções mentais e corporais, aumenta a energia física, dissipando depressões, desânimo. Estimula a ação do corpo etérico, aumenta o fluxo do prana no organismo, induz à iluminação mental, fortalece a vontade, estimula os que sofrem debilidade mental, insegurança, falta de coragem. É Tônico, regenerador.

Enfermidades que melhoram com o raio cor laranja: bronquite tosse, asma crônica, reumatismo crônico, debilidade mental e física, epilepsia, depressões, desmaio, inflamação dos rins, falta de menstruação. Diminui a inflamação e elimina cálculos, hemorróidas. Na cabeça equilibra o cérebro. No caso de epilepsia evita as crises. É a cor usada também para emagrecer. Tomar laranja e comer a fruta.

Doenças Tratadas: Asma, bronquite, cálculo biliar, cansaço mental, reumatismo, rins, epilepsia, gota, espasmos musculares, câimbras, cólicas, tireóide, resfriados, problemas respiratórios, menstruação (interrupção), desequilíbrios hormonais, exposição à poluentes, toxinas e venenos ambientais. Tumores malignos e benignos – nestes casos, mesclar com violeta e púrpura.

Estados Psicológicos: Possessividade, ganância, acúmulo de coisas, medo de perdas, da fome, da pobreza, do abandono, confusão das relações, hostilidade, ciúme, inveja, solidão, ódio, ressentimento, sentimento de ser negligenciado ou não apreciável, constrangimento e medo da velhice.

A Cor nas Roupas: Vista alaranjado para obter sucesso monetário.


Raios Amarelos: estimulam o chakra do Plexo Solar, controlam o sistema nervoso, para distúrbios de ordem digestiva e cerebral, estimulam a atividade mental.

COR AMARELA: Cor quente, relacionada ao 3º chakra, é alegre, claro; representa a mente desperta e a capacidade de análise, bem como a comunicação, a flexibilidade e o intercâmbio. Indicada para proporcionar clareza às correlações mentais, ordenar os pensamentos e melhorar a concentração. O excesso exagera o desejo de reconhecimento e de absorção, tanto física como mental. Ouro. É a cor das paixões depravadas, da riqueza e da tradição. Psicologicamente, é a cor da intuição simboliza a juventude e a audácia. Ajuda a comunicação e transmite alegria. Favorece as práticas espirituais. Aciona a capacidade mental, aumentando a sua imaginação, atraindo pessoas intelectuais. Não é indicado para pessoas imaturas e inseguras. A cor amarela é a cor do topázio e do citrino (pedra).

O amarelo simboliza o grau de perfeição: é luz, alegria, sabedoria, felicidade. Desperta e estimula as faculdades mentais, irradia alegria e otimismo, ajuda a dominar a depressão, afeta o sistema nervoso. É usada para tratamento de azia e flacidez, prisão de ventre, todos os problemas estomacais, indigestão, diabetes, doenças do fígado, doenças da pele, hemorróidas, lepra. É a cor da sabedoria, do intelecto, criatividade, raciocínio e espiritual.

Doenças Tratadas: Desordens no aparelho digestivo e urinário, alergias, problemas de pele, desequilíbrio da taxa glicêmica e problemas pancreáticos, baço, diabetes, eczema, esgotamento mental e depressão, fígado, flatulência, hemiplegia, hemorróidas, indigestão, paralisia, paraplegia (ciático).

Estados Psicológicos: Paranóia, apreensão, ansiedade, agitação mental, pensamentos obsessivos, falta de concentração, dúvida, lapso de memória, preconceito, falsidade, incerteza.

A Cor nas Roupas: Vista amarelo quando necessitar tonificar o sistema nervoso, para estimular a intuição e atrair dinheiro.


Raios Verdes: estimulam o chakra cardíaco, irradiam fraternidade, cor de equilíbrio do progresso mental e corporal, calmante do sistema nervoso, para tumores malignos, está no âmago da natureza e no âmago do corpo humano (coração).

COR VERDE: Cor neutra é a mais harmoniosa e mais calmante; está relacionada ao 4º chakra; significa crescimento terreno e representa as energias da natureza que dão estrutura e substância à vida; simboliza a esperança e a satisfação. É a mais importante cor de cura. O excesso pode amortecer a capacidade de sentimentos e o amor do coração, exagerando o interesse pelos bens materiais, como também, pode gerar cansaço físico e outras manifestações.

É a cor da saúde, da natureza, das matas, e das águas. Simboliza a regeneração espiritual, a esperança e os mistérios da iniciação. É a cor do conhecimento. Ligada ao Comando de Santa Esmeralda, que sustenta o 5º Raio, que o raio da cura. O verde aumenta a autoconfiança e a perseverança. É a cor da cura. Deve ser evitado por pessoas que se julguem superiores a outras; também não é indicado nos casos de cólica. Verde é a cor da esmeralda, ágata, malaquita e aventurina (pedras). O verde é a combinação do amarelo (sabedoria mental), e do azul (cor da verdade, espiritual). Representa equilíbrio, harmonia, serenidade. Cor agradável, refrescante, tranqüilizante, estimula e cura, confere sentimento de segurança.

Tem influência calmante sobre o sistema nervoso. O verde tem influência sobre: Problemas cardíacos, circulação, pressão sanguínea, úlceras, sífilis, dores de cabeça, restaura as pessoas cansadas, nervosas. É a cor do equilíbrio.

Doenças Tratadas: Exaustão, palpitação, taquicardia, ataque de pânico, asma, cólicas, doenças venéreas, erisipela, esgotamento, estimulação excessiva, hemorróidas, insônia, laringite, malária, sinusite, úlcera, sistema nervoso.

Estados Psicológicos: Desorientação devido a transições, euforia, oscilações extremas indo do êxtase ao desespero, sentimento de perda, separação, torpor, extrema sensibilidade emocional e pânico.

A Cor nas Roupas: Vista verde para ganhar presentes e diminuir seu stress.


RAIOS ROSA : cor do amor e do coração, ajudando-o a dar expressão aos sentimentos, relacionada ao 4º chakra; junta a pureza do branco à força do vermelho e, sendo a "oitava superior" do vermelho, as forças propulsoras instintivas são transformadas. O excesso estimula tendências ao fanatismo e ao delírio de fundo emocional, entre outras.

Amor: Rosa é a cor da sedução, da simpatia e atrai muita felicidade. Também é a cor da pureza e da fidelidade. Rosa é a cor do quartzo (pedra).

A Cor nas Roupas: Vista rosa para encontrar a felicidade e obter a simpatia.


RAIOS AZUIS : controlam o chakra laríngeo, que é o centro da alta-expressão, o centro do poder do verbo, que se manifesta pela voz. cor da verdade, lealdade e responsabilidade, luz refrigerante e adstringente, para doenças da garganta, bócio, rouquidão, calmantes, promovem descontração, trazem serenidade e paz mental.

COR AZUL CELESTE: Azul, cor pacífica e relaxante que oferece paz e serenidade, ela elimina angústia e perturbações nervosas. O azul é um dos maiores anti-sépticos, sua luz é sedativa. A azul relaxa, dando paz à mente preocupada e inquieta. Cortes, queimaduras são aliviados com ele; é o antídoto contra envenenamentos, alivia todos os problemas da garganta, laringite, amidalite, inflamações, rouquidão, etc. Reduz febre, varicela, sarampo, reumatismo agudo, vômitos, diarréia, cólicas, insônia, dores em geral, doenças ovarianas, inflamações dos olhos, desordens nervosas.

Doenças Tratadas: Resposta imunológica reduzida, suscetibilidade a infecções vitais ou bacterianas, resfriados, coceiras, colapso, cólera, cólicas, coqueluche, dentes (inflamação), diarréia, disenteria, amidalites, febres, dor de cabeça, gastrite (1º amarelo, após o azul), catarata, icterícia, insônia, palpitação, pele, herpes e problemas semelhantes, queimaduras.

Estados Psicológicos: Bloqueio criativo, medo do sucesso ou fracasso, ausência de concentração criativa, desperdício de energia criativa, auto-reprovação, frustração e auto-coação, manipulação de mau uso da vontade criativa, ausência de fé, mágoa oculta ou reprimida.

A Cor nas Roupas: Vista azul para obter harmonia, paz e tranqüilidade.


RAIOS ÍNDIGO : relacionam-se com o chakra frontal, controladores da Glândula Pineal, governam a visão física e espiritual, removem obsessões, são os raios do Espírito Santo e, nesse caso, só suplantados pelos raios brancos; ampliam compreensão, afetando olhos, ouvidos e nariz, anestésicos, curam loucuras, alucinações, ilusões.

COR ÍNDIGO: Cor fria, relacionada ao 6º chakra, mais pura e profunda, corresponde à reserva e à introversão; representa a consciência superior e as profundezas da alma; simboliza a fidelidade, sendo indicada para concentração melhor na voz e percepção interiores. Estimula a terceira visão, ou visão quadridimensional, assim como fortalece o fluxo de energia entre a consciência, a subconsciência e a consciência superior. O excesso desacelera e obstrui a atividade dos pensamentos, pode provocar pesadelos e estimula a perda do senso de realidade terrena, entre outras coisas.

Espiritual. O azul está ligado a divindades, em todas as mitologias, assim como na religião mais antiga que se tem notícia: o hinduísmo. Na China, simboliza o Tao, o caminho sagrado. É a cor da verdade, da imortalidade, da fidelidade e da justiça. O azul ajuda a desenvolver a inteligência, transmite calma, propicia o equilíbrio emocional e é bom para a meditação. É a cor do infinito. Não é aconselhável para quem tem pressão baixa. Azul é a cor da água-marinha, do berilo e da solidalita (pedras).

A cor índigo tem a função de elevar a mente, vinculado ao que é artístico, belo, idealista. Serve para problemas dos olhos, inflamações dos ouvidos e no nariz, paralisia facial, enfermidade dos pulmões, asma, doenças nervosas, convulsões infantis, pneumonia, doenças mentais, obsessão e outras formas. É utilizado para anestesia e inflamações, para evitar a dor (não é hipnose). O Índigo é purificador da corrente sanguínea e da mente, controlas as correntes psíquicas dos corpos sutis. É recomendada para loucura, melancolia, manias, histeria e para acalmar estados de excitação.

Doenças Tratadas: Uso de drogas, dependência ou ânsia por qualquer coisa: comida, bebida, etc. Amidalite, apatia, apendicite, asma, bronquite, catarata, convulsões, doenças nos olhos, nariz e garganta, ouvidos, obsessões, paralisia facial, surdez (laranja, após o índigo), olfato, insanidade, hipertiroidismo.

Estados Psicológicos: Superioridade, manipulação, arrogância, indiferença, bebedeiras, vícios em geral, ganância e ressentimentos.

A Cor nas Roupas: Vista azul para obter harmonia, paz e tranqüilidade.


RAIOS VIOLETA: controlam o chakra coronário, alimento das células do cérebro superior que expandem o entendimento divino, estimulantes da intuição, inspiradores (artistas), para doenças inflamatórias dos nervos.

COR VIOLETA: Cor fria, relacionada ao 7º chakra, que representa transmutação energética, é uma cor artística e metafísica, correspondendo à alquimia e à magia; possui a freqüência de ondas mais curta; é vista como a cor da energia cósmica, da inspiração e da experiência espiritual. Além disso, tem a função de purificação física, emocional, mental e espiritual. O excesso pode provocar, entre outros sintomas, confusão mental e espiritual, levar à depressão e à alienação da vida.

Devoção e Energia. É a cor da verdade, do amor, da ternura e da doçura. Cor que atrai o sucesso intelectual. Na China, simboliza a morte. Violeta é também a cor das viúvas. Inspira a devoção, ajuda superar as carências afetivas, materialismo excessivo e controla os impulsos autodestrutivos. Violeta é a cor da ametista (pedra).

Cor benéfica para os nervos desgastados, tensão nervosa. Como o azul, a cor violeta acalma, alivia neuroses, liberta. O violeta é definido como o raio do poder, tendo associação com a realeza. O púrpura, como um rei, governa seu país, a cor violeta-púrpura, no trono central (Cabeça), governa a mente superior, o corpo, todas as células e tecidos. É utilizado na cura de enfermidades nervosas e mentais, doenças do couro cabeludo (Caspa, calvície), doenças ovarianas, reumatismo, tumores, doenças dos rins e bexiga, purifica e desintoxica o sangue. Usada como "contra retorno". Envolver numa redoma de luz violeta.

Doenças Tratadas: Desordens no sistema nervoso, insônia, diminuição de visão, dores de cabeça, histeria, inquietação, perda de audição, catarata, gagueira, abalos, câimbras, ciático, crescimento dos ossos, desarranjos da bexiga, doenças do couro cabeludo, epilepsia, leucodermia, meningite, nevralgia, pele, perturbações mentais, perturbações nervosas, rins, tumores.

Estados Psicológicos: Sentimento de possessão ou ataque psíquico, desorientação, vulnerabilidade a formas, pensamentos negativos, fobias, paranóias, obsessão, depressão mórbida, medo de enlouquecer e irracionalidade.

A Cor nas Roupas: Vista violeta para buscar inspiração e imaginação no seu dia-a-dia.


RAIOS BRANCOS: síntese de todos os sete Raios, eles elevam e dinamizam qualquer raio isolado de cor. A título de comparação é como a eletricidade que flui para uma lâmpada colorida. Irradiação Divina do Pai do Cosmos. Luz da Consciência de Cristo, do Poder Supremo, da Pureza e da Perfeição. Poder primário de cura. Luz a união mental com a fonte da vida. Eles anulam todas as condições negativas da nossa consciência. Um verdadeiro Maná Divino, capaz de vitalizar cada coisa viva. Podem ser utilizados para potencializar a água, apenas por um esforço de poder da vontade. Curam pela fé.

COR BRANCA: Contém todas as cores, é claridade, pureza e iluminação; representa a inocência, a verdade e a integridade do mundo; simboliza o caminho e o esforço em direção à perfeição. É indicada para cura em geral, purificação e abertura à luz. O excesso pode levar à reações e excitações nervosas demasiadas fortes, da mesma forma que exagera a expressão da auto-imagem espiritual, entre outras consequências.

Representa pureza, paz e virtude. É o somatório de todas as cores. É usada para a limpeza da mente e da aura. Não aproxima o sucesso, podendo gerar indiferença. O branco é a cor do quartzo limpo (pedra). Simbolicamente, o branco é a ligação entre o passado e o futuro, tudo ou nada, é também considerado a cor da carência afetiva.

O branco não sendo um raio de cor, sendo antes uma reunião de todas as cores, penetrando no corpo doente, em forma de vibrações, vai ser transformado na cor necessária para a cura. O organismo, ao receber a luz branca, afasta as vibrações pesadas, sem luminosidade, que o órgão doente emana.

A Cor nas Roupas: Vista branco quando estiver necessitando de paz, calma e sentir necessidade de estar limpo e puro.


RAIOS MARRONS : cor da terra e, assim, da segurança terrena, serve como base para o desenvolvimento das energias criadoras; é a cor da adaptação e da integração; está relacionada com o intercâmbio com a terra, levando a um aumento da firmeza. O excesso interfere, por exemplo, no desenvolvimento anímico-espiritual e inibe o desenvolvimento psicossomático.

Terra. É a cor do barro e da folhagem de outono. Desenvolve algumas qualidades, como a perseverança. Cor da materialidade, do amor infernal. O marrom transmite insegurança, atrai pensamentos e críticas negativas. Não é indicado para pessoas tímidas ou emocionalmente dependentes.

A Cor nas Roupas: É bom evitar usar roupas dessa cor.


RAIOS PRETOS : Isolamento. É a escuridão que significa suspensão temporária da vida; atrai e absorve, sem liberar as próprias energias, propiciando uma completa proteção contra todas as influências (estranhas/externas e próprias/internas); indicados nos estados extremos de exaustão e desgaste psicossomático. O excesso atrai vibrações e influências negativas, levando à negação da vida, ao caos e à destruição.

É a ausência da luz e de cor, é o símbolo do erro e do mal. Mas significa também prudência, sabedoria e tristeza. Isola a inveja e outras energias. Cor indicada para pessoas que se sentem deprimidas. Preto é a cor do ônix, azurita e turmalina (pedras).

A Cor nas Roupas: Vista preto para obter elegância e afastar invejosos.

Existem infinitas outras tonalidades que podem ser indicadas a cada questão específica, tais como: limão, cinza, magenta, turquesa, prata e ouro. As cores podem transformar a vida de qualquer pessoa, trazendo sucesso nos negócios, na vida familiar, na vida sentimental, na saúde, no emprego, enfim, as cores podem auxiliar em tudo.

Ao receber um tratamento cromoterápico, as reações a seguir são bastante normais, de forma que o paciente deve ser previamente avisado sobre elas. São elas: bocejar constantemente, sono excessivo, vontade de chorar (durante as aplicações). Podem ocorrem enjôos nas primeiras aplicações. Para os casos psíquicos, quando a liberação de bloqueio energético inicia, as reações de rejeição ao tratamento são normais. Nos problemas físicos é normal o mal agravar inicialmente. O tratamento é feito (de dentro para fora) energia positiva expulsando energia estática e por isso, o organismo muitas vezes aguça os efeitos da doença.

Os tratamentos para tensão nervosa requerem cuidados especiais tais como: evitar situações traumáticas, cooperar, evitando lembranças conscientes de passado tristonho ou chocante. Para todos e quaisquer tratamentos energéticos, é aconselhável durante esses tratamentos: evitar bebidas alcoólicas, não se alimentar de carne suína ou bovina, pois estes alimentos dificultam a circulação de energia pelo corpo.

Resumo de todas as Cores

O VERDE é a cor mais harmoniosa e calmante de todas. Representa as energias da natureza, esperança, perseverança, segurança, satisfação e fertilidade. Facilita a comunicação com as plantas, com os elementais e os espíritos da natureza. Simboliza: vida nova, energia, fertilidade, crescimento e saúde. Usada em excesso, determina orgulho, superioridade e arrogância.


O VERMELHO é a cor mais quente, ativa e estimulante. Fortalece o corpo e dá mais energia física, impulso sexual (vermelho cereja), força de vontade, conquista, liderança e senso de auto-estima. Deve ser usado, antes das refeições, por quem tem problemas digestivos e circulatórios. Se usado em excesso, o vermelho torna a pessoa agressiva e briguenta; Simboliza: perigo, fogo, sangue, paixão, destruição, raiva, guerra, combate e conquista; cor de aproximação e encontro. Melhor usado às terças-feiras (dia de Marte).

O AMARELO e o DOURADO despertam novas esperanças, no caso de resignação de doentes que desistiram da cura. Dá vivacidade, alegria, desprendimento, leveza. Produz desinibição, brilho, espirituosidade e espiritualidade. Diminui a ansiedade e as preocupações; fortalece os olhos e os ouvidos além de ajudar na cura da artrite. Atrai dinheiro e poder. Atrai pessoas alegres para a sua vida, rejuvenesce e traz charme; constrói confiança, dá poder de persuasão, energia e inteligência. Traz luz para a solução de problemas, ajuda a reter conhecimentos e desenvolver a sabedoria. Usada em excesso, torna a pessoa irresponsável e volúvel. O Amarelo simboliza: criatividade, as idéias, o conhecimento, alegria, juventude e nobreza. O Dourado simboliza: vibração elevada, vigor, inteligência superior e nobreza. Melhor usado aos Domingos.

A cor AZUL ajuda a baixar a pressão arterial, acalma e traz clareza mental. Produz tranqüilidade, ternura, afetuosidade, paz de espírito e segurança. Reduz o stress e a ansiedade, traz saúde emocional, paz e calma. Promove o entendimento entre as pessoas. Favorece as atividades intelectuais e a meditação. Deve ser usada, ao acordar, por quem tem problemas respiratórios. Simboliza: devoção, fé, aspiração, sinceridade, lealdade, confiança e tranqüilidade. Não possui contra-indicações.

O VIOLETA é uma cor metafísica. É também a cor da alquimia e da magia. Ela é vista como a cor da energia cósmica e da inspiração espiritual. A cor violeta é excelente para purificação e cura dos níveis físico, emocional e mental. Ajuda a encontrar novos caminhos para a espiritualidade e a elevar nossa intuição espiritual. Traz poderes mentais. Deve ser usada para combater a insônia. Simboliza: dignidade, devoção, piedade, sinceridade, espiritualidade, purificação e transformação. Quando usada em excesso acaba provocando manias e fanatismo. Melhor usar à quintas-feiras (dia de Júpiter).

O MARROM representa a constância, a disciplina, a uniformidade e a observação das regras. Atrai dinheiro ganho através do trabalho e conecta a pessoa à Mãe Terra. Usado em excesso traz autocrítica exagerada, dependência afetiva e isolamento. Absorve a negatividade, mas a retém, devendo ser sempre limpo, de alguma forma.


O CINZA e o PRATEADO dão equilíbrio e estabilidade, por serem o equilíbrio entre o preto e o branco. Não devem ser usados por quem sofre de memória fraca. São usados para cancelar ou neutralizar encantamentos que não servem mais aos nossos propósitos. Melhor dia para usar, segunda-feira.


O PRETO transmite introspecção, favorece a auto-análise e permite um aprofundamento do indivíduo no seu processo existencial. Absorve, transmuta e devolve as energias negativas, transformadas em positivas. Remove obstáculos, vícios e emoções não desejadas. O uso em excesso traz melancolia, depressão, tristeza, confusão, perdas e medo. Por isso, jamais deveria ser usado por pessoas que acabaram de perder um ente querido. O amarelo seria o mais indicado. Melhor usado aos sábados.

O BRANCO traz pureza, sinceridade e verdade; repele energias negativas e eleva as vibrações; equilibra a aura; facilita o contato com os guias espirituais e com os ancestrais; gerencia o equilíbrio interior, proteção, instinto, memória, partos, cuidado de animais domésticos e de crianças, sonhos. Também pode ser usado como coringa, para todos os propósitos, substituto para qualquer cor. Melhor dia para usar, segunda-feira.


O LARANJA é a mistura do vermelho com o amarelo, portanto, traz as qualidades dessas duas cores e deve ser usado ao deitar, nas articulações, nas juntas doloridas, em dores de coluna, ciática, hérnia de disco, etc. Traz sucesso, agilidade mental, atrai boa sorte e prosperidade. Desencoraja a preguiça. Melhor dia para usar, quarta-feira. Simboliza: encorajamento, estimulação, robustez, atração, gentileza, cordialidade, tolerância e prosperidade.

O ROSA é o vermelho, temperado com as qualidades do branco. É romance, amor espiritual (sem conotação sexual). Eleva as vibrações e o contato espiritual, afasta energias negativas e promove fraternidade. Melhor usado às sextas-feiras.
A seguir relaciono em ordem alfabética, uma série de disfunções e as sugestões de utilização das cores para cada uma delas, que lhe poderão ser de muita utilidade.

Agitação: Azul celeste – Índigo
Anemia: Verde 
Angustia: Azul celeste
Asma Crônica: Verde – Laranja
Azia: Verde 
Afecções da pele: Amarelo
Bronquite: Azul celeste - Laranja – Violeta
Cansaço ocular – Índigo
Catarata – Índigo
Câncer: Verde
Caspa, Calvície: Violeta
Circulação deficiente: Vermelho - Verde
Coração: Verde
Coragem (estimulo): Laranja
Corrimento (ovário): Violeta - Azul celeste
Cistos mamários: Verde
Doença mental: Índigo
Dor de Cabeça: Azul celeste - Verde
Dores em geral: Azul celeste 
Diarréia: Azul celeste 
Diabetes: Amarelo
Debilidade Física: Vermelho – Laranja
Desanimo: Laranja – Amarelo
Epistache (sangramento nasal): Índigo
Estresse - Índigo
Espinhas - Amarelo
Excitação: Índigo
Estômago: Amarelo 
Eczema: Amarelo - Laranja - Vermelho
Erisipela: Verde
Espasmos: Azul celeste 
Feridas: Verde
Furúnculos: Violeta – Verde
Febre: Azul celeste – Violeta
Fígado (cólica): Azul celeste
Fígado (doença): Amarelo
Flatulência: Amarelo
Glaucoma: Índigo
Garganta: Azul celeste - Violeta
Glândulas (desequilíbrio): Violeta 
Gota: Laranja
Gripe: Verde – Vermelho
Hemorragia: Azul celeste – Índigo
Hemorróidas: Amarelo
Histeria: Azul celeste - Índigo
Hepatite: Amarelo
Icterícia: Amarelo
Incontinência urinária: Violeta
Intestinos: Amarelo
Infecções: Verde 
Infecção do ouvido: Índigo
Indecisão – Insegurança: Laranja
Indigestão: Amarelo
Inflamações (em geral): Índigo - Laranja
Inflamações dos olhos: Índigo
Inflamação de garganta: Azul celeste 
Insônia: Azul celeste – Violeta
Loucura (Agitado): Índigo
Laringite: Azul celeste – Índigo - Laranja
Miopia: Azul celeste
Mal estar: Índigo
Mal de Parkinson: Índigo
Menstruação escassa: Laranja
Menstruação excesso: Azul celeste 
Mente fraca: Índigo
Neurose: Índigo
Nervo Ciático: Violeta
Nervos fracos: Amarelo - Índigo - Verde
Nevralgia: Verde - Laranja - Índigo
Ovário (Doenças): Violeta
Obesidade: Laranja
Ouvido (Surdez): Laranja - Azul celeste
Ovário (Inflamação/dores): Azul celeste - Violeta
Pâncreas: Amarelo
Palpitação: Azul celeste - Verde
Paralisia (parcial ou total): Vermelho
Pedra nos rins: Violeta – Amarelo - Verde
Pressão alta: Verde - Azul celeste - Violeta
Pressão baixa: Vermelho – Laranja - Amarelo
Pneumonia: Índigo
Prisão de ventre: Amarelo - Azul celeste
Pulmões: Laranja
Problemas sanguíneos: Verde
Psicoses: Violeta
Queimaduras: Azul celeste 
Resfriado: Vermelho – Índigo
Respiração difícil: Laranja
Reumatismo e articulações: Índigo
Rins (inflamação): Violeta
Sinusite: Vermelho – Violeta – Índigo
Sistema nervoso - (Calmante): Azul celeste - Verde
Sedativo: Azul celeste
Tensão nervosa: Índigo
Tireóide: Azul celeste
Tônico (físico e mental): Verde
Tosse: Laranja
Tumores: Violeta
Ulcera interna: Verde
Urina (supressão): Verde – Amarelo
Vesícula (pedras): Laranja
Vesícula biliar: Amarelo
Voz (para melhorar): Azul celeste 
Vômitos: Azul celeste – Índigo
Zumbido ouvido: Índigo

Aleitamento Materno - Falta de leite:
15 segundos de aplicação da cor verde em cada seio
15 segundos de aplicação da cor rosa em cada seio
15 segundos de aplicação da cor azul em cada seio 
Para casos de tosse crônica:
30 segundos de aplicação da cor verde nos pulmões
15 segundos de aplicação da cor azul nos pulmões
15 segundos de aplicação da cor laranja nos pulmões
15 segundos de aplicação da cor amarelo no chakra cardíaco
30 segundos de aplicação da cor azul geral

Cromoterapia no Plano Astral

A cromoterapia, como nos informam nossos amigos do espaço, é um método de tratamento também muito desenvolvido no plano espiritual. Em Apometria mesmo é largamente utilizada, tanto em trabalhos de desobsessão quanto nos mais variados processos cirúrgicos que ocorrem durante uma sessão nessa Terapia de Cura.

Esses nossos irmãos nos informam que trabalhamos com muito pouca energia, quando apenas aplicamos as cores físicas. Para que compreendamos um pouco melhor sobre o que pretendem nos passar, eles nos dão um exemplo, que, aliás, é muito comum em quaisquer trabalhos apométricos: num campo energético banhado por intensa luz índigo, com matizes de carmim é colocado um grupo de espíritos de baixo nível vibratório, quase todos obsessores e parasitas. O efeito é surpreendente: todos, sem exceção, transformam-se instantaneamente em estátuas, nas posições em que se encontravam. Assemelham-se a estátuas de sal, como a mulher de Lot de que nos fala a Bíblia.

Dessa forma, tornam-se fáceis de serem removidos para lugares de tratamento ou ambientes compatíveis com seu grau evolutivo. Tem sido observado constantemente pelos médicos do espaço, o efeito da combinação de cores sob comando mental, sobre espíritos desencarnados e também em encarnados.

A seguir sugiro algumas combinações de cores, as quais são fornecidas pelos médicos do espaço, que venho aplicando em meus trabalhos terapêuticos, ressaltando que têm todas elas extrema eficácia.

01- Índigo + carmim: imobilização instantânea dos espíritos que se tornam como "estátuas de sal".

02- Prata + violeta: elimina todo o poder mental dos magos negros.

03- Prata + laranja: Para tratamento dos pulmões, vias aéreas superiores e Asma.

04- Lilás + azul esverdeado: Aplicado em ginecologia, em Fibromiomas.

05- Dourado + laranja + amarelo: Debela crises de angústia.

06- Branco resplandecente: usado em limpeza.

07- Verde efervescente: limpeza de aderências pesadas dos espíritos desencarnados.

08- Disco azul: Energização e eliminação das Trevas.

09- Vermelho + laranja + amarelo: Representa o fogo, usado para o domínio da mente.

10- Prata + azul claro em cambiantes até lilás ou azul-turquesa: Úlceras.

11- Azul + verde + laranja: Úlcera duodenal.

12- Roxo: Energização.

13- Amarelo até laranja claro: Dores em geral.

14- Prata + violeta + laranja + azul: Câncer.

15- Branco Cristalino: Limpa e Purifica.

16- Violeta Intenso: Transmuta, regenera e recompõe.

17- Lilás: Desintegra a energia densa provinda de sentimentos e ações negativas.

18- Verde Escuro: Cicatrizante.

19- Verde Claro: Desinfecciona e Esteriliza.

20- Azul Claro Médio: Acalma e tranqüiliza.

21- Amarelo: Energizante, tônico e vitamina para o corpo e espírito.

22- Verde Limão: Limpeza e desobstrução dos cordões.

23- Rosa: Cor da Fraternidade e do Amor Incondicional do Mestre Jesus.

24- Laranja: Símbolo da energia, aura, saúde, vitalidade e eliminador de gorduras do sangue.

25- Prata: Desintegra aparelhos e "trabalhos", corrige polaridade dos níveis de consciência.

26- Dourado: Cor da Divindade. Fortalece as ligações com o Cristo.

27- Índigo: Anestesiante. Provoca intensa sonolência no espírito.

Envolvendo nosso paciente em arcos de luz nas cores abaixo relacionados, encurtamos extremamente o seu processo de cura.

Arco Azul: Aciona os campos: Físico (acelera o metabolismo), Perispiritual e Espiritual.

Arco Verde: Assepsia (limpeza).

Arco Rosa: Acalma e Equilibra.

Arco Violeta: Fortalece o Sistema Nervoso.

Arco Laranja: Energiza.

Arco Dourado: Forma uma película de proteção (fortalece a estrutura física e estimula as faculdades mentais).

Arco Vermelho: Dissolve os resíduos deletérios e parasitismos, aparelhos, fiações, etc.

Arco Carmim: Protege e fortalece a estrutura espiritual.

Arco Branco: (CRÍSTICO): Eleva espiritualmente o indivíduo, harmonizando-o.

Finalizando, as terapias usando as cores podem ser apresentadas de diversas formas:
Cromoterapia, acima exposta, que pode ser aplicada de forma mental ou ainda através de lâmpadas, bastões ou outras fontes luminosas.
Harmonização interior ou visualização das cores, através da meditação da programação neurolinguística.
A cura pela cor dos alimentos, que usa a própria cor dos vegetais para reequilibrar os chakras em desequilíbrio.
A cura pela utilização dos líquidos solarizados e elixires, que consiste em utilizar a energia da luz do sol ou dos cristais, passando-a para os líquidos através de filtros coloridos e pedras e se fazendo uso dela através de sua ingestão.
A cura pela utilização de fluidos coloridos, à base de ervas e essências aromáticas, usadas isoladamente ou não, de modo a propiciar a combinação mais adequada ao paciente. 
Quando o ser humano recebe a incidência de um raio luminoso de determinada cor, há uma transformação em si mesmo, seja do ponto de vista bioquímico, celular, humoral, emocional ou comportamental.
Por exemplo, estudos feitos por especialistas em “cores” constataram alterações comportamentais em pacientes psiquiátricos ao se utilizar a cor azul nas paredes de hospitais especializados nesta área. Eles se apresentaram mais calmos. 
Da mesma forma, o azul agiria no apetite incontrolável, reduzindo-o. Ao contrário, a cor laranja estimularia o apetite. Por isso, é freqüentemente usado como cor preponderante em anúncios ou nas paredes de lanchonetes ou restaurantes.
O vermelho é estimulante e, acompanhado de laranja e amarelo, é em geral usado em publicidade para produzir efeitos de vitalidade, força, vigor, agilidade.
Existem muitas contradições no que diz respeito às cores e ao bem que elas proporcionam, de um autor para outro. Em função disso, para que você compreenda melhor essa técnica de cura, é imprescindível pesquisar um pouco mais, caso queira mesmo praticar a cromoterapia.
Fica por aqui minha participação e espero sinceramente ter contribuído para a ampliação de seu autoconhecimento.

Muita Paz e Muita Luz!
Palermo
Fonte : http://www.magodaluz.com.br/cromoterapia.asp